UAU, muito bom mesmo!!

25 Oct 2017

 Enquanto por cá vão fechando lojas  de bairro, antigas, cheias de história, muitas livrarias e delas não se extrai de valor para o negócio turístico a que dão lugar, na Alemanha aproveitam-se Prisões para se devolver o Tempo (o que os presos tinham em excesso), agora de uma forma luxuosamente Local e Única.


O que senti ao ler o artigo Discovering the luxury and liberty of prison, da revista FRAME

 e ver as belas fotografias foi... UAU, que irritante de bom!
Inspirêmo-nos no que de muito bom se faz por aí e deixêmo-nos influenciar pelas boas e inovadoras formas de receber, novas por esse mundo fora .Que regalo senti ao ler e ver exactamente aquilo que tenho vindo a apresentar e trabalhar colaborativamente com os meus clientes, 
mentorandos, alguns amigos e até familiares, por alguns deles serem pertencentes aos novos players hoteleiros de turismo nacional.


Tendo a certeza que quem vir este meu apontamento e for interessado na matéria, não vai deixar de deitar um olho, mas não resisto a copiar o parágrafo final e conclusivo que vem literalmente ao encontro daquilo que penso ser a realizar como Inovador na Hotelaria, com quem tenho vindo a trabalhar mais intensamente nos últimos 20 meses como arquitecta de interiores e autora de novos Conceitos para pequenos produtos hoteleiros (no caso na Região de Lisboa e também no Centro do país) e que refere o que devem ser os hotéis num futuro próximo.

 

"Part of the new wave of hotels countering standardized hotel chains with boutique concepts, Hotel Liberty heralds what’s next for the industry. ‘Tomorrow’s hotels will need to be unique in response to the site – integrating elements from the city or region – or unique with regard to services,’ says Scharnagel. ‘To be unique will be the future.’

 

 

 

‘The origin of the prison goes hand in hand with industrialization in Germany, which is why we used many robust materials and dark grey surfaces,’ say the architects.

 

The Grabenallee has been transformed to a level of luxury and elegance beyond the imagination or belief of its former inmates.

 

‘We wanted people to come here and really relax, to let go of the world,’ says Marc Aeberhard, the passionate and plain-spoken general manager of the hotel. 

Constructed from old beams, the very tables are made of history. 

Share on Facebook
Please reload

Posts Em Destaque

Porque #PortugalFazBem

9 Nov 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

November 9, 2019